Teoria de Herzberg

Seja um bom Líder

A Teoria de Dois Factores de Herzberg

De acordo com Frederick Herzberg, o ser humano tem dois tipos de necessidades:
– Como animal, de evitar a dor.

– Como ser humano, de crescer psicologicamente.

As pessoas são influenciadas (positivamente ou negativamente) por dois factores:

1- FATORES de HIGIENE ( ou EXTERNOS)
– Necessários para assegurar que um colaborador não fique insatisfeito.

 – Não trazem um grande nível de motivação, mas sem eles, existe desmotivação.
– E isso irá afetar negativamente a produtividade.

São fatores de ATRAÇÃO e RETENÇÃO de liderados (funcionários, etc)

2- FATORES MOTIVACIONAIS (ou ENTERNOS)
– São aqueles que conseguem motivar os colaboradores a terem um melhor desempenho.

– Estes factores são considerados internos porque resultam de motivações internas dos colaboradores.

São fatores normalmente associados ao CARGO ou à PESSOA

A sua investigação comprovou que:
As pessoas lutam para satisfazer as necessidades de “higiene”, porque são infelizes sem elas, mas, uma vez realizadas, o efeito desvanece-se rapidamente – a satisfação é temporária.

A MOTIVAÇÃO INTRINSECA e EXTRINSECA

“A motivação pode vir de DENTRO do indivíduo ou de FORA.”

MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA

Trata-se da motivação que depende exclusivamente do indivíduo.
Está diretamente ligada a seus sentimentos, gostos, prioridades, desejos e outros estímulos.
É a capacidade de se auto-motivar.

E para isso é fundamental compreender claramente:
– O que o impulsiona
– O que gera energia para concretizar seus objetivos.

Fatores INTERNOS
As pessoas podem motivar-se a elas próprias, com coisas que trazem satisfação das necessidades.

Satisfação interna que se sente ao executar algo que se goste.

Efeito
Têm um efeito mais profundo e de longa duração, por serem inerentes aos indivíduos e não serem impostos pelo exterior.

Fazem com que as pessoas:
– Comportem de uma forma ou de outra
– Movam numa certa direção

Estes factores incluem:
– Responsabilidade (o sentimento de que o trabalho é importante),

– Autonomia (a liberdade de ação),
– Razão para usar e desenvolver:
         * Competências,
         * Trabalho interessante e aliciante,
         * Oportunidades de desenvolvimento e progresso na carreira.

MOTIVAÇÃO EXTRÍNSECA

A motivação extrínseca é bastante utilizada pelas empresas como forma de manter os funcionários aplicados, dedicados nas suas responsabilidades.
Trata-se da motivação relacionada por estímulos ambientais, que vêm de fora para dentro.

Um bom exemplo de motivação extrínseca é um sistema de compensação, em que é concedida uma premiação ou benefício a partir do alcance de um resultado positivo ou execução de uma tarefa específica.

FATORES EXTENOS
As pessoas podem ser motivadas através de incentivos como salário, promoção, prémios, etc.

Está relacionado com a “qualidade de vida do trabalho”.

Efeito
Pode ter um efeito imediato e poderoso, mas que não irá durar muito tempo porque depende do externo.

É gerada por factores externos à própria pessoa, tais como:
– Recompensas,
– Aumento salarial,
– Prémios ou promoções,
– Punições,
– Ações disciplinares,
– Críticas etc.

AS 4 ETAPAS do PROCESSO DE MOTIVAÇÃO

1- IDENTIFICA A NECESSIDADE

Reconhecimento da insatisfação de necessidades.
As necessidades criam desejos ou vontades de atingir ou obter algo.

2- DEFINIR OBJETIVO

Define o “resultado final” (objetivo) que irá satisfazer essa necessidade.

3- AGIR

Escolhe um caminho de ação que irá levá-la até lá.

4- AVALIA

Se os objectivos forem atingidos, a necessidade fica satisfeita e o comportamento vai ser provavelmente o mesmo da próxima vez que essa necessidade surja novamente.

Se o objectivo não for atingido, a pessoa volta a ajustar os seus desejos e a fazer novas escolhas até conseguir ou desiste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

© Copyright © Kuriakos Negócios - Todos os direitos reservados - Proibida a cópia ...

Kuriakos Negócios 2018