COMPREENDENDO OS SINAIS DA LINGUAGEM CORPORAL

 

A COMUNICAÇÃO VERBAL é o método usual para a comunicação frente a frente, mas…
A COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL (Corporal, Gestual) influência completamente toda a mensagem.

A EFICÁCIA da comunicação depende da CAPACIDADE:

Emissor em expressar a intenção de forma precisa.
Receptor em ouvir de modo eficiente, totalmente à parte da compreensão da mensagem.
“Os olhos conversam tanto quanto as línguas que utilizamos, com a vantagem de que o dialeto ocular não precisa de dicionário, e é entendido no todo o mundo” (Ralph Wando Emerson)

O impacto de uma mensagem sobre o ouvinte está relacionado (Pesquisas):
07% – palavras (o que a pessoa diz)
38% – tom de voz (a maneira como fala)
55% – corpo, olhos, mãos, braços, pernas, dedos (expressão e gestos)

Num processo de comunicação há:
Um emissor, um receptor e um meio, pelo qual a mensagem é propagada.
Esse meio ou canal pode ser verbal, corporal e escrito.

O Administrador, Líder, Executivo não podem ficar alheios à linguagem corporal e aos seus efeitos.
Porque essa linguagem INFLUÊNCIA as pessoas com quem entram em contato.
O ditado diz “Uma imagem fala mais que mil palavras” 

Por vezes as pessoas estão a dizer uma coisa, mas os sinais corporais dizem o contrário.
É muito importante FALAR e COMPREENDER a LINGUAGEM NÃO VERBAL

OS SINAIS TAMBÉM PODEM VARIAR

Sinais relativos ao espaço, às cores e aos gestos corporais variam de acordo com:

Parte do mundo
Cultura do país

EXEMPLO
O sinal V, usado por Churchill, com os dedos indicador e médio, na Europa, significa vitória.
Na Austrália e Nova Zelândia indica insulto.

Os sinais também estão relacionados com a idade

A criança quando mente coloca a mão sobre a boca
O adolescente passa a mão pela boca
O adulto dá um leve e rápido toque de dedos no nariz

Sinais da movimentação do próprio corpo

Cada pessoa tem ao redor de si, como um campo de proteção, um território íntimo.
Essa área circular em torno da pessoa varia de acordo com a Cultura e a Região.
E é medida pela distância entre os corpos.

EXEMPLO
Essa área é menor entre pessoas da cidade do que as do campo.
Porque estão acostumadas com elevadores, congestionamentos. 
No Japão a proximidade do interlocutor é sinal de respeito.
Mas, no mundo Ocidental já é visto como uma invasão de privacidade.

A reação à invasão é variada
Pode-se fingir que não foi observada ou pode ser intensa.

EXEMPLOS
Num cinema vazio
Sentimo-nos invadidos se alguém senta do nosso lado ou em cadeiras próximas.
Num autocarro ou elevador lotado, onde o espaço é muito reduzido

As reações frequentes são:
Olharmos para um ponto distante, infinito, e não para as pessoas;
Fazer o possível para agir como se não estivéssemos ali;
Fazermos leitura de jornal ou revista, parecendo muito interessados na leitura;
Não demonstrar-mos emoções;
Pouca movimentação de corpos;

LEMBRE-SE:
Quanto mais conscientes e atentos estivermos, agiremos de forma mais inteligente.
É o que as pesquisas têm demonstrado sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

© Copyright © Kuriakos Negócios - Todos os direitos reservados - Proibida a cópia ...

Kuriakos Negócios 2018